Comunidades rurais de Riachão do Dantas ganham acesso à água para consumo e irrigação

Parceria entre Cohidro e prefeitura viabiliza sistemas de abastecimento a partir de poços

| CM News | Com informações da Agência de Notícias do Governo do Estado de Sergipe
Em

Comunidades rurais de Riachão do Dantas ganham acesso à agua para consumo e irrigação
Imagem: Agência de Notícias do Governo do Estado de Sergipe

Uma cooperação técnica firmada entre a Companhia de Desenvolvimento de Recursos Hídricos e irrigação de Sergipe (Cohidro) e a prefeitura de Riachão do Dantas vem possibilitando que a população rural do município tenha a oferta de água a partir de sistemas de abastecimento. Perfurados, bombeados e instalados pela empresa estadual, os poços que abastecem os sistemas recebem auxílio em logística e insumos da prefeitura. O mais recente foi perfurado com sucesso no Alto da Colônia Boqueirão, com 64m. Um dos três realizados em 2021 que, em breve, vai receber as equipes de limpeza e bombeamento da Cohidro, assim como o do povoado Boqueirão. A mesma ação já foi realizada no povoado Olhos D’água, onde cerca de 100 famílias tiveram o abastecimento da rede de distribuição residencial reforçado por mais um poço perfurado.

Ao longo de 2020, a parceria entre Estado e o município de Riachão do Dantas viabilizou a construção dos sistemas de abastecimento nos povoados Bomfim, Limoeiro, Lagoas, Saco do Bento, Laje Grande e Meia Légua, atendendo cerca de 620 famílias; além da conclusão da unidade do Programa Água para Todos, atendendo mais 35 famílias no povoado Fazenda de Cima, com água potabilizada por um dessalinizador. Secretário de Obras de Riachão, Antônio Andrade já fez os planos para quando o poço perfurado for concluído pela Cohidro. “Aqui, no Alto da Colônia Boqueirão, a princípio, iremos instalar um chafariz através do poço, para que a população busque sua água para alimentação, para a produção agrícola. Todo o incentivo que possa ajudar a comunidade”, reforça o secretário.

Segundo o geólogo da Cohidro, Diego Siqueira, o acordo permite que administração municipal de Riachão do Dantas atenda às demandas da população local e que a companhia execute sua função pública de gerar desenvolvimento socioeconômico e qualidade de vida no campo. “Geralmente, o município pleiteia junto à diretoria da Cohidro e assim é feito o termo de cooperação, no qual a prefeitura entra com parte dos insumos e materiais que são necessários, dando suporte à equipe de perfuração, e a Cohidro faz o serviço para as comunidades. A Cohidro vai a campo, faz a locação desse poço e, posteriormente, vem a equipe de perfuração. Em seguida, é feita a limpeza e, depois, o teste vazão, para só então o poço ser instalado, com a distribuição de água liberada para a comunidade. Ao todo, são quase 4 mil poços perfurados pela Cohidro em todo o Estado”, explica Diego Siqueira.

Reginaldo Barbosa, agricultor no Olhos D’água, conta que são vários os usos que faz da água captada no novo poço, ligado à rede de abastecimento do povoado. “Água é tudo, a água é vida!  Com a irrigação, costumo plantar couve, coentro, cebola. A gente planta o que quer, é uma maravilha!! E ainda dá para tirar um dinheiro, porque vivo da roça, no campo plantando e cuidando do meu gado”, comemora Reginaldo. No povoado Bomfim, beneficiado em 2020 com o sistema de abastecimento montado pela Cohidro, João Rodrigues vive e trabalha com gado de leite, atividade dependente de água para higienização dos equipamentos de ordenha. “A instalação da encanação de água aqui, através da Cohidro, foi muito importante, porque antes não existia água. No verão mesmo não tinha. Agora a gente usa a água para tudo. É muito importante, pois tomamos banho, lavamos roupa. Tudo com essa água”, destacou. 

O geólogo Diego Siqueira reafirma os inúmeros benefícios do acesso à água. “Primeiramente, para a saúde do homem no campo. As comunidades que são abastecidas muitas vezes por barreiros, por tanques, por exemplo, não têm água de qualidade; e a Cohidro chega perfurando os poços profundos que dão essa água de qualidade, beneficiando a saúde do homem do campo com o abastecimento de água para consumo humano. Em outras regiões, a seca atinge as criações de gado, e os animais sofrem bastante. Trazendo essa água, a Cohidro supre essa necessidade. Além da irrigação para as plantações que sofrem por falta d’água ao longo do ano”, conclui.

 

Leia também: Intensificação sustentável e uso de bioinsumos são temas de evento online

Compartilhe :