Empreendedores mais velhos têm mais facilidade em conseguir empréstimos


Marcela Araujo | CM News |
Em

Empreendedores mais velhos têm mais facilidade em conseguir empréstimos
Imagem: Freepik

De acordo com a pesquisa “O Impacto da pandemia do coronavírus nos Pequenos Negócios”, realizada pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), em parceria com a Fundação Getúlio Vargas (FGV), pessoas com mais de 65 anos que são donas do próprio negócio têm mais facilidade para conseguir empréstimos junto aos bancos. 

A pesquisa está na 11ª edição e revelou que 66% dos empreendedores com mais de 65 anos, que procuraram as instituições financeiras, conseguiram crédito. O resultado é superior à média geral, que é de 52%. Por outro lado, foi destacado que os empreendedores mais jovens possuem mais dificuldade para conseguir crédito junto aos bancos. 

Entre os donos de pequenos negócios com até 24 anos, as respostas para as solicitações de empréstimos são positivas em apenas 35% das solicitações. A pesquisa mostra, portanto, que a taxa de sucesso no pedido de crédito aumenta conforme cresce a idade do empreendedor. Para o público de 36 e 45 anos, as respostas foram afirmativas em 51%; entre os de 46 e 55 anos, 53% de sucesso e entre a faixa de 56 a 65 anos, 57%. 

O gerente de Área de Gestão de Canais de Vendas do Banese, Fernando Cardoso, aponta que existem requisitos que são levados em consideração para a análise de crédito tanto para pessoa física como para pessoa jurídica. Relacionamento com a instituição financeira, experiência creditícia, score do cliente, tempo de trabalho são alguns dos pontos analisados antes da liberação – ou não – do crédito. 

“Os clientes com mais de 65 anos possuem maior experiência financeira e costumam ser mais conservadores, o que torna a operação de crédito mais segura, fazendo com que o histórico de crédito seja mais robusto para essa faixa etária”, explica Cardoso. 

Concessão de crédito aumentou em 2021

Desde abril de 2020, é possível perceber que, há medida que os meses passaram, aumentou o número de solicitações e concessões de crédito no país para os pequenos negócios. Em abril do ano passado, 30% das empresas procuravam crédito, mas apenas 11% obtiveram uma resposta positiva. Já até maio de 2021, metade dos negócios já haviam recorrido a créditos e 52% conseguiram obtê-los. 

Mulheres recebem mais crédito

Outro ponto identificado pela pesquisa do Sebrae diz que as mulheres recebem mais respostas positivas do que os homens, na hora de pedir empréstimos. Enquanto elas têm uma taxa de sucesso em 54% das solicitações, esse percentual cai para metade dos pedidos entre os homens. 

 

Leia também: Tigre capacita profissionais de obra e venda com aulas online

Compartilhe :