GDF fecha Esplanada dos Ministérios para evitar aglomerações


Brasília 60 Anos - Esplanada dos Ministérios

O governador do Distrito Federal (GDF), Ibaneis Rocha, decidiu fechar hoje (16) e amanhã (17) a Esplanada dos Ministérios, principal avenida da capital e sede dos prédios administrativos do Executivo, Legislativo e Judiciários federais.

Com a medida, fica proibido o fluxo de pessoas e de automóveis na via. Só poderão circular autoridades devidamente identificadas e públicos em serviço. Quem desrespeitar a determinação pode ser punido com multa e até mesmo prisão a partir do enquadramento no delito de infração de medida sanitária, previsto no Código Penal.

Em decreto publicado em edição extra do Diário Oficial do DF, Rocha justificou a decisão por “ameaças declaradas aos Poderes constituídos” e à Cúria Metropolitana de Brasília, ameaças de manifestações anticonstitucionais e aglomerações promovidas nos últimos dias na Esplanada.

O governador foi alvo de ameaças publicadas na internet do grupo de extrema-direita autointitulado “300 do Brasil”, que organizou um acampamento e realizou atos na Esplanada em apoio ao presidente Jair Bolsonaro. As cerca de 20 pessoas permaneceram durante semanas em uma área próxima ao Congresso, e foram retirados há poucos dias pela Polícia Militar do DF.

 

 

Fonte: Agência Brasil

Anterior Governo lança edital de apoio às empresas inovadoras de Sergipe
Próximo Covid-19: BNDES quer abrir crédito para micro e pequenas empresas

Não há comentário

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *