Governo deve estender auxílio emergencial


Marcela Gusmão | CM News | Com informações da Reuters
Em

Governo deve estender auxílio emergencial
Ministro da Economia, Paulo Guedes. Imagem: Reuters / Adriano Machado

O ministro da Economia, Paulo Guedes, participou nesta terça-feira, 08, de um evento virtual promovido pela Frente Parlamentar do Setor de Serviços e aproveitou o momento para afirmar que o Governo deve estender os pagamentos do auxílio emergencial por mais “dois ou três meses”. O evento foi transmitido pelo canal da Frente Parlamentar pelo Youtube e pode ser assistido na íntegra aqui

De acordo com Guedes, “a pandemia está aí” e é preciso ganhar tempo para o avanço da vacinação contra a Covid-19. “Os governadores estão dizendo que em dois ou três meses a população brasileira adulta vai estar toda vacinada, então nós vamos renovar por dois ou três meses”, disse. 

O governo reeditou em abril o pagamento do auxílio emergencial, com a previsão inicial de pagamento de quatro parcelas de 250 reais. O custo ficará por conta de um crédito extraordinário de R$ 12 bi que será enviado ao Congresso Nacional e outros R$ 7 bi que já estão disponíveis no orçamento autorizado para o programa. 

Segundo o ministro, ao fim do pagamento das parcelas do auxílio o governo implementará um novo Bolsa Família, já reformulado. “Logo depois, entra, então, o Bolsa Família, o novo Bolsa Família, já reforçado. Então eu diria que o Brasil está encontrando seu caminho”, defendeu Guedes.

 

Leia também: Frente parlamentar lança índice para medir desempenho do setor de serviços

Compartilhe :