INSS decide permitir atendimento presencial


Marcela Araujo | CM News |
Em

INSS decide permitir agendamentos para atendimento presencial
Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), edifício sede - Imagem: Marcello Casal Jr / Agência Brasil

Devido à pandemia, o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) acumulou, nos últimos meses, diversos casos que não poderiam ser resolvidos pelos canais remotos da instituição. Por esse motivo, após 18 meses de crise sanitária, o órgão decidiu criar um novo serviço especializado para possibilitar agendamentos para atendimento presencial. 

Os agendamentos foram liberados desde o último dia 15 e devem ser feitos via telefone 135. Por meio da ligação, o atendente analisará a solicitação e fará o andamento caso a situação se enquadre nos casos listados na portaria nº 908, que prevê o serviço. O agendamento pode ser feito também nas agências. 

Os serviços que se enquadram nos casos previstos pela portaria incluem atendimentos solicitados por portadores de necessidades especiais (maiores de 80 anos de idade, portadores de deficiência auditiva ou visual); consultas à consignação administrativa; pensão especial vitalícia da pessoa portadora da Síndrome da Talidomida; pensão mensal vitalícia do seringueiro e de seus dependentes; além de serviços como os de contestação de Nexo Técnico Epidemiológico Previdenciário (NTEP) – metodologia pela qual se identifica quais doenças e acidentes estão relacionados com a prática de uma determinada atividade profissional.

A lista contempla diversos casos de beneficiários. Para saber se a situação que se encontra dá direito ao agendamento para o atendimento presencial, o cidadão deve entrar em contato através do telefone 135 e tirar suas dúvidas. 

 

Leia também: Brasil terá novo programa social para substituir Bolsa Família

Compartilhe :