Empreendedores, desenvolvedores/programadores, estudantes, designers, investidores, aceleradoras e incubadoras poderão participar do Sebrae Startup Day. A proposta é discutir o cenário atual do ecossistema empreendedor de negócios digitais, as dificuldades e os desafios do mercado. Será nesse sábado (7) às 8h30 da manhã, no Hotel Comfort Inn, em Aracaju.

O objetivo é fomentar o ecossistema inovador do Brasil. O evento contará com palestras, debates, troca de experiências, encontros, hangouts, eventos e interações para geração de aprendizado. Vários atores do ecossistema brasileiro desse tipo de negócio participarão dos eventos. As startups são modelos de negócios inovadores que buscam resolver ou minimizar problemas atuais ou futuros.

Programação

Acontecerão Talks Shows com os seguintes palestrantes: Alex Araxá irá falar sobre “Marketing Digital para empresas  Disruptivas”, Ricardo Mascarello irá abordar “Cidades Inteligentes: Oportunidades para empresas locais”, Gilton Ferreira falará sobre “Cidades Inteligentes X Cidadãos empreendedores” e Victor Navarrete abordará “Aceleração de Startups”.

Além dos Talks Shows, acontecerão Pitchs com cinco startups locais. O pitch é uma apresentação objetiva, de três a cinco minutos, com objetivo de despertar o interesse da outra parte (investidor ou cliente) pelo seu negócio, assim, deve conter apenas as informações essenciais e diferenciadas.

Startup Day

É um evento idealizado pelo Sebrae e criado em parceria com o ecossistema para acontecer simultaneamente em todo o Brasil. Em 2017 estão sendo idealizadas duas edições, uma aconteceu no primeiro semestre e a outra acontecerá no dia 7 de outubro.

O objetivo, além de fomentar o ecossistema inovador brasileiro, é apresentar a experiência Sebrae Like a Boss de atendimento a startups nos estados. Cada estado organiza sua programação de acordo com a realidade local. Os empreendedores participarão de ações que vão desde momentos de troca de experiências a atividades práticas. O evento tem como público-alvo startups em todos os momentos de maturidade: curiosidade, ideação, operação e tração.

Na crise, o segmento de startups continua dinâmico porque esse tipo de empresa tem um modelo de negócio diferente das demais. “As startups têm um processo de criação de empresas mais fácil e ágil do que uma empresa tradicional. A gente está falando de uma ideia que já é validada em um processo de interação com o cliente/mercado antes mesmo da abertura formal da empresa, com resultados atingidos mais rápido também”, afirma Emanoel Sobral, superintendente do Sebrae.

Para mais informações, comparecer na Unidade de Atendimento Coletivo Comércio e Serviços do Sebrae, com a analista Lara Andrade, através do e-mail lara.andrade@se.sebrae.com.br  e do telefone (79) 2106-7711.

Ascom Sebrae