Semana do MEI acontece de 10 a 14 de maio

O evento promovido pelo Sebrae será online e gratuito e tem como objetivo capacitar e orientar os microempreendedores individuais e potenciais empresários.

Divulgação

Entre os dias 10 e 14 de maio será realizada mais uma edição da Semana do MEI. O evento promovido pelo Sebrae será online e gratuito e tem como objetivo capacitar e orientar os microempreendedores individuais e potenciais empresários. A programação oferece palestras, oficinas e seminários para melhorar os negócios e orientação empresarial sobre gestão, inovação e finanças, obrigações e benefícios do MEI.

Dentre os diversos temas abordados, os participantes terão acesso ao passo a passo de como abrir o próprio negócio, técnicas de venda pela internet e uso das redes sociais, dicas para organizar finanças, estratégias de marketing digital, além de receberem conteúdos gratuitos e inéditos para superar a crise.

A figura jurídica do Microempreendedor Individual virou a porta de entrada para o empreendedorismo para milhões de brasileiros que sempre tiveram um sonho de ter um negócio próprio ou que viram no empreendedorismo uma opção de renda. Atualmente, existem 11,3 milhões de MEI em atividade no país, sendo mais de 78 mil em Sergipe.

De acordo com o último Perfil do MEI, elaborado pelo Sebrae, 76% possuem o empreendedorismo como única fonte de renda e apenas 2% eram empreendedores formais antes de se tornar MEI. O estudo também revela que 51% dos MEI em atividade tinham carteira assinada antes de se formalizar e 12% era empreendedores informais.

Em 2020, mesmo diante das dificuldades impostas pela pandemia da Covid-19, foram registrados 2,6 milhões de novos MEI, o maior número dos últimos cinco anos, dos quais 14,8 mil em Sergipe. Os setores de Comércio Varejista de Vestuário e Acessórios (180 mil); Promoção de Vendas (140 mil); Cabeleireiros, Manicure e Pedicure (131 mil); Fornecimento de Alimentos para Consumo Domiciliar (106 mil) e Obras de Alvenaria (105 mil) seguiram – a exemplo de 2019 – liderando o ranking de atividades com o maior número de MEI criados.

O MEI ajuda a consolidar o empreendedorismo no Brasil e pode ser considerado um dos maiores programas de formalização do mundo. Além de exercer esse importante papel na sociedade, ele ajuda na inclusão previdenciária, pois o MEI que mantém suas contribuições em dia passa a ser um segurado do INSS, tendo direito a benefícios do Seguro Social”, afirma o superintendente do Sebrae, Paulo do Eirado.

Para se inscrever no evento, basta clicar aqui.