O Senac/SE, órgão integrante do Sistema Fecomércio-Sesc-Senac, encerrou mais uma turma do Programa Miniempresas, em parceria com a Junior Achievement, associação americana presente no Brasil. O programa gratuito de extensão profissionalizante tem o objetivo de despertar o empreendedorismo entre os participantes, proporcionando uma visão clara do mundo dos negócios e facilitando o acesso ao mercado de trabalho, e pela primeira vez contou com a participação de ex-alunos do Senac que foram convidados a voltarem à instituição.

As aulas foram desenvolvidas ao longo de 15 semanas e a metodologia, aplicada por empresários voluntários das áreas de marketing, finanças, recursos humanos e produção. Durante o programa, foram apresentados os fundamentos da economia de mercado e de atividade empresarial através do método Aprender-Fazendo, em que cada aluno se converteu em um miniempresário. Como resultado do trabalho, foi criada a miniempresa Paper Bag, responsável pela confecção e comercialização de bolsas feitas de papel.

“Recebi um e-mail do Senac com um convite para participar do Programa Miniempresas, e vim com a intenção de aprender, mas não imaginei que seria uma prática. Durante o programa, nós realmente  descobrimos como gerir uma empresa, como ter funcionários, como avaliar a qualidade de um produto, como obter lucro… O projeto me ensinou até a administrar as minhas finanças pessoais. Foi uma excelente oportunidade de poder voltar ao Senac e, sem dúvidas, um aprendizado para toda a vida”, declarou Rosicleide Batista, ex-aluna do curso Técnico em Logística do Senac e participante do Miniempresas.

A egressa do curso Técnico em Eventos do Senac, Cinthia dos Santos Melo, foi atraída pela possibilidade de aprender a administrar seu próprio negócio. “Como tenho o projeto de abrir um espaço de vida saudável no futuro, passar pelo programa foi de fundamental importância. Eu pude vivenciar todas as etapas da abertura de uma miniempresa e foram momentos de muitas descobertas e algumas dificuldades. Sem dúvidas saio daqui uma profissional melhor e mais capacitada para empreender no mundo dos negócios”, contou a aluna.

Além dos alunos e dos empresários voluntários, ou advisers, participaram da entrega de certificados o diretor regional do Senac, Paulo do Eirado, a gerente do Núcleo de Promoção Social e Relações com Egressos, Hipácia Nogueira, o coordenador do Programa Senac Pleno, Antônio Ramos, o presidente do Conselho Consultivo da Junior Achievement em Sergipe (JASE), Robson Santos Pereira, e a gerente-executiva da JASE, Rosimeire Cruz. Todos parabenizaram os participantes do projeto, os achievers, e ofereceram palavras de incentivo.

“Para nós foi muito gratificante tê-los de volta ao Senac, pois foi uma oportunidade para que pudessem aprender algo mais, para serem empreendedores. Por isso o Senac, através do Banco de Oportunidades, tem planejado atividades voltadas para os nossos egressos, para que a passagem deles pela instituição seja ainda mais completa e eles se tornem profissionais cada vez mais preparados”, disse Hipácia Nogueira.

“O empreendedorismo é uma transversalidade que deve estar presente sobretudo em uma situação de crise. É um momento em que as pessoas precisam encontrar um espaço para atuar na vida econômica, e nós queremos dar esse apoio. É uma forma, também, de estarmos em contato com os nossos egressos, e é uma responsabilidade, não só de natureza social mas, acima de tudo, pedagógica, o compromisso que o Senac tem de ir além da entrega do certificado, ver de que forma a passagem pela instituição trouxe alguma mudança, alguma melhoria na vida dessas pessoas”, declarou o diretor Paulo do Eirado.

A gerente-executiva da JASE enalteceu a parceria com o Senac/SE. “Fazer com que essas moças e rapazes retornem ao Senac, dando a eles novas oportunidades, é uma bela atitude. Nosso intuito é que eles saiam daqui mais maduros tanto com a ideia de serem donos de seus negócios, quanto profissionais diferenciados dentro de uma empresa”, destacou Rosimeire Cruz.

Ascom Senac Sergipe